100 anos do União dos Operários: com a presença maciça de amigos e ídolos de todos os tempos

Jogadores como Vampeta que dispensa apresentações, Edu do Santos, Serginho Chulapa, Careca e Müller do São Paulo, Ademir da Guia e William do Palmeiras, proporcionaram à grande...

continue lendo...

100 anos do União dos Operários: com a presença maciça de amigos e ídolos de todos os tempos

Uma festa para ficar na história com todo o mérito! Assim poderia ser descrita a festividade que marcou o Centenário do clube, fundado em 1º de maio de 1917.

continue lendo...

Livro dos 100 anos já tem data prevista para lançamento

De acordo com a diretoria do UOFC e o autor da obra Gerson Soares, dentro de no máximo 90 dias, livro histórico deverá ser lançado durante o ano do Centenário.

continue lendo...

UOFC comemora 100 anos: um dos principais eventos foi o jantar dançante promovido na sede do clube

Comissão do Centenários e diretoria social promovem mais um evento alusivo aos 100 anos do clube. O próximo grande acontecimento, alusivo ao Centenário, será o tradicionalíssimo...

continue lendo...

Festa de confraternização do Espírito Natalino no União dos Operários

Futebol e comemoração, essas são duas especialidades do clube mais querido dentre inúmeros jogadores, neste Natal a tradição está sendo mantida e assim tem sido nos últimos 100...

continue lendo...

União dos Operários recebe o Santa Fé para jogo de confraternização

A delegação do time do extremo Noroeste paulista foi recebida de braços abertos desde a sua chegada.

continue lendo...

Campeonato Interno: veja como foi o gol que deu o título à Alemanha, agora em alta resolução

Quadro a quadro, veja no slider como foi a comemoração da Alemanha, time campeão do Interno 2016 Augusto Hernandes Pasini e também lance a lance o gol do título.

continue lendo...

Alemanha é a grande campeã do Campeonato Interno 2016 do UOFC

Um jogo digno de nota, com lances bonitos e velocidade muito acima da média da idade dos jogadores, deu a vitória suada para a Alemanha.

continue lendo...

Inglaterra 4 x 0 Portugal: esse foi o resultado que deu o terceiro lugar aos “ingleses”

O time azul e branco da Inglaterra marcou no primeiro lance do jogo. O 1 x 0 mexeu com os brios do time vermelho e preto, mas não foi suficiente para deter o avanço...

continue lendo...

Luizão: jogador decisivo

Outro que está dentre os maiores craques que já desfilaram pelos campos brasileiros, vai contar a sua relação com os 100 anos do UOFC, e muito...

continue lendo...

Lima, ex-jogador do Corinthians

O ex-jogador do Corinthians, que também atuou por equipes do Brasil e exterior, estará no Livro Centenário do UOFC.

continue lendo...

Ademir da Guia, divino craque do Palmeiras

O “Divino”, como também ficou conhecido Ademir da Guia, vai deixar sua marca na história do “Operários”.

continue lendo...

Eli: ex-jogador do Timão

O ex-jogador do Timão, que jogou ao lado do grande Sócrates, contará sua história no Livro Centenário do UOFC, time em que sempre jogou, mesmo quando era...

continue lendo...

Badeco: elegância no trato da bola

Este é outro craque que vai contar sua história brilhante nas páginas do Livro Centenário do UOFC.  

continue lendo...

Projeto Centenário UOFC

UOFC logo final favicon

O tema principal a ser abordado é o Centenário e a evolução do UOFC, desde a sua fundação; passando pelo campo na Rua Catumbi; a chegada e aterramento ao lado das lagoas formadas pelo Tietê; a construção do campo antigo passando por todas as décadas.

continue lendo... »

União dos Operários recebe o Santa Fé para jogo de confraternização

O jogador Luizão com a camisa do UOFC entre os jogadores do Santa Fé. Foto: aloimage / Caio Reis

O jogador Luizão com a camisa do UOFC entre os jogadores do Santa Fé. Foto: aloimage / Caio Reis

 

A delegação do time do extremo Noroeste paulista foi recebida de braços abertos desde a sua chegada.

continue lendo... »

Festa de confraternização do Espírito Natalino no União dos Operários

Festa de confraternização natalina na sede do UOFC. Foto: aloimage

Festa de confraternização natalina na sede do UOFC. Foto: aloimage

 

Futebol e comemoração, essas são duas especialidades do clube mais querido dentre inúmeros jogadores, neste Natal a tradição está sendo mantida e assim tem sido nos últimos 100 anos.

continue lendo... »
Lima, ex-jogador do Corinthians

Lima, ex-jogador do Corinthians

O ex-jogador do Corinthians, que também atuou por equipes do Brasil e exterior, estará no Livro Centenário do UOFC. 

Sobre o UOFC
– Conheço o União dos Operários desde 1958, quando minha família chegou da Bahia.

Sobre ganhar dinheiro na sua época
– Quando recebi o meu primeiro prêmio, o presidente do Corinthians Wadih Helu, que orientava os jogadores, me perguntou:
– O que você vai fazer com isso?
– Vou comprar um carro, respondi.
E ele disse:
– Nada disso. Primeiro você cuida da sua família e dá entrada numa casa, depois compra o carro.

Ademir da Guia, divino craque do Palmeiras

Ademir da Guia, divino craque do Palmeiras

O “Divino”, como também ficou conhecido Ademir da Guia, vai deixar sua marca na história do “Operários”.

Academia de Futebol

– O pessoal falava que o Palmeiras jogava um futebol acadêmico, de toques e com gols. Então, se deu o nome de Academia de Futebol, devido a essa maneira de jogar.

Terrão

– Eu joguei no Operários quando ainda era terrão, eu tive essa oportunidade.

100 anos

– Quando o Bira era presidente, ele sempre me convidava para os eventos e sempre que podia eu estava aqui. E isso continua até hoje.

Luizão: jogador dicisivo

Luizão: jogador dicisivo

Outro que está dentre os maiores craques que já desfilaram pelos campos brasileiros, vai contar a sua relação com os 100 anos do UOFC, e muito mais…

Há 20 anos

– Eu frequento aqui há mais de 20 anos quando ainda jogava no Palmeiras em 1996.

Raízes no interior

– Cheguei aqui através do Bira. Eu sou de Rubeia e o Bira é de Santa Fé, ele conhece minha família, jogou bola com o meu pai…

Várzea

– Eu jogava bola o dia inteiro; chegava na escola todo suado. – Observou Luizão, sobre os campos de várzea que ainda existem no interior, mas que na cidade de São Paulo são raros. – Hoje você não vê muito as crianças jogando bola.

Eli: ex-jogador do Timão

Eli: ex-jogador do Timão

O ex-jogador do Timão, que jogou ao lado do grande Sócrates, contará sua história no Livro Centenário do UOFC, time em que sempre jogou, mesmo quando era profissional. 

– Jogando pela fábrica da Nadir Figueiredo (ele não era funcionário) no Torneio DEFE, o técnico do Corinthians, Luiz Morais, me viu jogando e me chamou. Fiz um teste e passei; isso foi em 1974, eu tinha 13 anos na época… Mamãe…

Sobre ganhar dinheiro em sua época

– O primeiro campeonato que disputei pelo Corinthians foi o “Bom de bola, bom na escola”, da TV Gazeta (…) O melhor jogador ganhava uma sacola com produtos Pullman (…) Pão Pullman, Bolo Pullman, tudo Pullman… Risos…

Badeco: elegância no trato da bola

Badeco: elegância no trato da bola

Este é outro craque que vai contar sua história brilhante nas páginas do Livro Centenário do UOFC.

Sobre a Portuguesa, celeiro de craques

– Quando eu vim para a Portuguesa de Desportos, o Julinho Botelho era o treinador dos juniores.

No Corinthians

– Cheguei ao Corinthians, tinha Luisinho, Baltazar, Cabeção (…) Pensei: Eu estou no meio desses caras, saí de um time pequeno lá de Joinville (América F.C.). Eu só os conhecia pelo jogo de botão (…)

Intervalo de jogo

– Na minha estreia contra o Bragantino (já em SP) estava tão nervoso que o ponta-direita deles bateu o escanteio, eu dominei a bola e a bola voltou pra ele.
– (…) no intervalo o Dino Sani chegou e falou: “Badequinho, dominando a bola assim você quer jogar no Corinthians? Acho que você vai voltar pra Santa Catarina… (risos durante a entrevista). Joga como se tivesse jogando em Joinville.

Artpesca