Festa de confraternização do Espírito Natalino no União dos Operários

Festa de confraternização do Espírito Natalino no União dos Operários


Sexta-feira, 16 de dezembro de 2016, às 11h47 – atualizado sábado, 17 de dezembro às 12h16


Futebol e comemoração, essas são duas especialidades do clube mais querido dentre inúmeros jogadores, neste Natal a tradição está sendo mantida e assim tem sido nos últimos 100 anos.

Gerson Soares

Mas não é só nesse aspecto que o União dos Operários Futebol Clube (UOFC) é especialista, existem muitas outros. Para conhecermos um pouco mais sobre o teor desta data – onde o Espírito Natalino proclama suas bençãos. Apesar de ser muito especial, o dia de confraternização natalina foi celebrado da mesma maneira, na qual temos acompanhado as reuniões das quintas-feiras entre o grupo de associados, durante o ano todo. E, nada melhor do que as palavras daqueles que participam há décadas destes encontros semanais, para expressar o sentimento que os norteia.

Festa de confraternização natalina na sede do UOFC. Foto: aloimage

Festa de confraternização natalina na sede do UOFC. Foto: aloimage


Conversamos ontem com três associados, à beira do gramado, enquanto aguardavam sua vez para entrar em campo. São eles, os primeiros a responderem uma questão que estará impressa no livro do Centenário do clube – que completa 100 anos no dia 1º de maio de 2017. A pergunta feita a eles é a seguinte:

O que significa para você os 100 anos do União dos Operários?

O primeiro a responder foi o doutor Jarbas Santana Saraiva, ou somente “doutor”; a segunda resposta veio acompanhada de uma verdadeira lição de vida explanada em longa conversa ao lado do campo – construído com o suor dos próprios pioneiros do clube, principalmente por membros da família Dotti.

Segundo a falar, Paulo Luiz de Jesus, o “Paulão”, nos deixa como resposta, um exemplo de compreensão e amor ao futebol, algo que representa um pedaço dele mesmo, uma troca. “(...) o futebol me dá ânimo, me dá prazer, energia. Sem ele eu fico buscando alguma coisa. Vindo ao campo, pisando na grama... com isso parece que eu fico mais jovem”.

Associado clique aqui e deixe a sua frase para o livro dos 100 anos

O terceiro a conversar conosco foi o irmão do Paulão, que chegou algum tempo depois dele ao gramado. Surpreso com a questão levada a ele sem nenhum aviso, nem tempo para pensar, José Roberto Garcia, o “cebola”, deixou de pronto a sua mensagem: “100 anos do Operários, significa uma união de amigos, uma confraternização”.

Simbolicamente, destacamos aqui a primeira resposta deixada pelo “doutor”. A mensagem sintetiza bem o que significa para ele participar de um grupo tão homogêneo em suas aspirações e amizades. “Lazer, higiene mental e eu me sinto privilegiado, porque muitos gostariam desses momentos, mas infelizmente poucos podem”, resumiu.

Veja todas as imagens na página dos 100 anos do Facebook

Atualmente, já se conhece o pensamento científico do qual se extrai que o homem que tem amigos vive melhor e mais feliz. Esta afirmação, na verdade, já estava estampada na antiguidade quando lemos nos escritos a palavra “gregário”, que significa agregar ou o instinto de se relacionar, entre demais interpretações. Outros estudos ainda nos levam à arqueologia, onde atribui-se a sobrevivência do homo sapiens aos primos mais antigos, como os neandertais, graças a essa capacidade de interagirem e agruparem-se entre si.

A festa do UOFC demonstra muito bem como os membros associados se divertem “jogando conversa fora”, fazendo piadas uns dos outros e até de si mesmos – o digam os veteranos que fazem gozação com problemas nos joelhos e articulações –, tomando seus drinks e cervejas ou saboreando suas apetitosas comidas que eles mesmos compram e preparam – neste quesito menção honrosa ao atual presidente Roberto Davi, o “Babé”. Em seu clube não falta amizade, atenção e carinho; um lugar onde o Espírito Natalino encontra luz e alegria.

Se preferir veja todos os álbuns no Flickr (talvez precise baixar gratuitamente o aplicativo se quiser ver no celular)